ERGYPROSTA • A sua confiança reencontrada

A próstata é um assunto que preocupa muitos homens (e também as suas parceiras!) Por volta dos cinquenta anos de idade ... No entanto, esse é um assunto que muitas vezes é pouco conhecido pelos parceiros, por ser tabu, tanto no seio do casal quanto em consultas junto dos profissionais de saúde.

A próstata, é uma doença?

"Eu tenho próstata", muitos homens usam essa expressão quando há sinais de distúrbios urinários ... No entanto, a próstata não é uma doença! É uma glândula pertencente aos órgãos genitais masculinos, localizada logo abaixo da bexiga, e atravessada pela uretra, canal que transporta a urina da bexiga para o exterior. Do tamanho de uma noz, o seu papel é produzir o líquido prostático usado na composição do sêmen, ela não tem impacto direto na ereção.

Quando a próstata se manifesta…

Com a idade, a próstata aumenta naturalmente de volume. Essa evolução normal começa geralmente por volta dos 30 anos, mas não se manifesta verdadeiramente até os 45 anos. De fato, desde que não atinja um tamanho suficientemente grande, a próstata não se sente. No entanto, quando se torna muito grande, pode causar problemas e desconforto ao urinar (devido à sua posição sob a bexiga e ao redor da uretra). Esse aumento excessivo do volume da próstata é chamado de hipertrofia benigna da próstata. Como o próprio nome indica, não tem risco para a saúde, mas sim impactos na qualidade de vida.

A próstata: alguns dados...

A cada ano, são detetados 100.000 novos casos de distúrbios urinários relacionados com a próstata.
A hipertrofia benigna da próstata afeta 1 em cada 7 homens entre 40 e 49 anos e 1 em cada 2 homens entre 60 e 69 anos.

Cerca de 2 milhões de homens são afetados em França, e 800.000 fazem tratamento diário contra os sintomas associados à hipertrofia da próstata.
No entanto, muitos homens temem os efeitos secundários dos medicamentos.

Dados de comunicados de imprensa da Associação Francesa de Urologia, 2010 e 2018

Impactos na qualidade de vida

O desconforto relacionado com a próstata pode ter um impacto significativo na qualidade de vida dos homens, mas também no relacionamento conjugal!

Quando um senhor está a lutar para conseguir dormir, a senhora é incomodada pelas idas noturnas do marido ao quarto de banho... Se a próstata não afetar a ereção, a libido pode ser perturbada por: fadiga, stresse e as preocupações do homem.

ERGYPROSTA • A sua confiança reencontrada

ERGYPROSTA é um suplemento alimentar à base de plantas e princípios ativos vegetais, vitaminas e oligoelementos para o bem-estar masculino.

4 principais esferas de ação

Esta fórmula exclusiva contém uma sinergia de 9 princípios ativos com ações complementares:

  • Próstata: O Epilóbio-de-flor-miúda contribui para o normal funcionamento da próstata e o zinco contribui para a manter um nível normal de testosterona no sangue.
  • Funções urinárias: a Serenoa repens, também conhecida como saw palmetto, sabal serrulata ou palmeira da Flórida, é usada para manter a função urinária normal em homens com mais de 45 anos de idade. Participa na manutenção do fluxo urinário máximo. O Epilóbio-de-flor-miúda contribui também para o conforto urinário no homem.
  • Sono e libido: o açafrão é usado para reduzir a tensão e ajudar a dormir melhor. Ajuda a estimular a libido, a melhorar a ereção e a relaxar os músculos.
  • Oxidações indesejáveis: vitaminas C e E, o zinco e o selênio, antioxidantes, participam na proteção das células contra as oxidações indesejáveis. O Epilóbio-de-flor-miúda também é utilizado para proteger as células e tecidos dos danos dos radicais livres.

Sabia que...

  • Sinergia exclusiva de 9 princípios ativos para uma ação completa;
  • Produto fabricado em França;
  • Garantia, sem hormonas;

Porquê e como?

O ERGYPROSTA é recomendado para a manutenção das funções prostáticas e urinárias normais, assim como, para um sono melhor e a manutenção da libido.

 2 a 3 cápsulas por dia, em duas tomas, durante as refeições.

 Tomar no mínimo durante 3 meses.

> Saber + sobre o produto...

Conselhos personalizados podem ser dados pelo seu terapêuta ou farmacêutico.