Quando o período desregula

Quando o período desregula


Mulher lunatica, mulher cíclica. As grandes fases na vida feminina são ritmadas por um bailado de hormonas que influenciam tanto no físico como no psíquico, dando a mulher a sua singularidade.

Mas numerosos desconfortos, sinais de desequilíbrio hormonal para algumas, ou menor resistência ao stress ou sistema imunitário fragilizado, podem também fazer parte da vida da mulher.

Cíclos “descontrolados”, humor que muda, tensões mamárias… são distúrbios sérios: 30 a 40% das mulheres sentem-se incomodadas.

O síndrome pre-menstural ou SPM

Definição e sintomas observados

Pode definir-se como um conjunto de distúrbios psíquicos ou físicos modificando a qualidade de vida da mulher com caracter cíclico relacionado com o período. Aparecem uns dias antes do período (7 a 10 dias) e desaparecem com a menstruação.

Este sofrimento atinge entre 30 e 40% das mulheres, mesmo as que não tomam pílula, e para 3% a 8% os distúrbios são graves.

Este síndrome observa-se desde os 20 anos.... Até a peri-menopausa.

Notar que a SPM pode aparecer ou agravar-se na peri-menopausa (período com vários anos, muitas vezes antes da menopausa) tanto em intensidade como em duração. As tensões mamárias afectam até 70% das mulheres em peri-menopausa.

As causas

A SPM é uma síndrome complexa, ainda mal compreendida. As causas são sobretudo genéticas, hormonais e nutricionais.

  • O tempo entre o início e o fim dos sintomas da SPM, sugere que as flutuações hormonais são o conjunto chave, assim como uma grande sensibilidade às hormonas circulantes.
  • As flutuações hormonais agem nas concentrações em neuromediadores (serotonina, GABA, dopamina) daí os desconfortos psíquicos e comportamentais verificados2-3-4-5-6.

2. Hantsoo L et al. Premenstrual Dysphoric Disorder: Epidemiology and Treatment. Curr Psychiatry Rep. 2015 Nov;17(11):87.
3. Schüle C et al. The role of allopregnanolone in depression and anxiety. Prog Neurobiol. 2014 Feb;113:79-87.)
4. Kugaya A et al. Increase in prefrontal cortex serotonin 2A receptors following estrogen treatment in postmenopausal women. Am J Psychiatry. 2003 Aug;160(8):1522-4.
5. Bertrand PP et al. The effect of low estrogen state on serotonin transporter function in mouse hippocampus: a behavioral and electrochemical study. Brain Res. 2005 Dec 7;1064(1-2):10-20.
6. Huo L et al. Risk for premenstrual dysphoric disorder is associated with genetic variation in ESR1, the estrogen receptor alpha gene. Biol Psychiatry. 2007 Oct 15;62(8):925-33.

  • A nível nutricional, as vitaminas B intervêm na síntese de neurotransmissores por isso qualquer défice, em particular, da vitamina B2, B3 e B6 podem provocar um desequilíbrio da serotonina e dopamina. As mulheres que se queixam de SPM têm muitas vezes uma relação magnésio/cálcio sanguíneo mais fraco, este desequilíbrio pode afetar as mudanças de humor. Observa-se também que em 1/3 mulheres com SPM têm défice em magnésio. A vitamina B6 e o magnésio também são essenciais para o funcionamento de uma enzima que permite a transformação dos ácidos gordos ómega 6 em compostos reconhecidos como travão da inflamação ou "prostaglandinas de paz" (Dra. Kousmine). No caso de SPM nota-se uma diminuição destes compostos. Anotar também: esta enzima quebra em caso de stress crónico, assim como o "armazenamento" do magn´seio.

7. Saeedian Kia A et al. The Association between the Risk of Premenstrual Syndrome and Vitamin D, Calcium, and Magnesium Status among University Students: A Case Control Study. Health Promot Perspect. 2015 Oct 25;5(3):225-30.
8. Rocha Filho et al. Essential fatty acids for premenstrual syndrome and their effect on prolactin and total cholesterol levels : a randomized, double blind, placebo-controlled study. Reproductive Health 2011, 8:2.

Também existem alguns fatores que favorecem a SPM: o stress que a agrava, a falta de sono, o tabaco, a alimentação muito açucarada, o álcool, as bebidas com cafeína.

Conselhos higiene-dietética

Higiene de vida

  • Evitar o stress, aprender a relaxar, afastar-se...
  • Exercer uma atividade desportiva regularmente.
  • Dormir bem.

No prato

  • Diminuir o sal e açúcar para diminuir a sensação de inchaço.
  • Ter cuidado com os aportes diários em vitamina B2 (miudezas, soja, ovos, cereais, avelãs...), B3 (miudezas, peixes gordos, leguminosas, frutos secos...), B6 (miudezas, peixes gordos, banana, arroz completo, lentilhas...) e D (peixe gordo, gema de ovo...). Mas também o cálcio (frutos do mar, couve, amêndoas, produtos lácteos...) e magnésio (chocolate preto, oleaginosos, cereais completos)...
  • Diminuir o consumo de cafeína sob qualquer forma: café, chá...).
  • Consumir óleos de primeira pressão a frio, nomeadamente óleos de onagra (chamado de "óleo das mulheres" ou borragem).