Dieta SEIGNALET

Dieta SEIGNALET


Para o Doutor Seignalet, a seguir à medicina tradicional (1ª medicina), e às medicinas suaves (2ª medicina), a alimentação é a 3ª medicina.

Esta é a convicção que adquiriu com a sua longa experiência hospitalar e através das suas pesquisas científicas, dando início à «dieta alimentar hipotóxica ou ancestral».

Foco nos principais princípios desta dieta e conselhos para colocá-los em prática.

Algumas leituras para se manter informado/a e... aprender a cozinhar de forma mais natural.

A Dieta SEIGNALET

Após anos de pesquisa e observação, o Dr Jean Seignalet criou esta dieta que chamou «ancestral» com principal objetivo de restaurar a mucosa intestinal que  ficou muito permeável devido a factores genéticos (enzimas…) e meio-ambiente (germens, medicamentos, glúten, proteinas do leite, cozeduras com altas temperaturas).

O aumento da permeabilidade do intestino delgado  foi comprovada em inúmeras doenças.

Esta dieta pode ser seguida por qualquer pessoa que sofra de patologias crónicas ou inflamatórias, para melhorar o estado de saúde geral.

Os seis principais princípios da dieta SEIGNALET

1. Excluir os leites de origem animal (vaca, cabra, ovelha, égua) e seus derivados (manteiga, queijo, creme, iogurte, sorvete).

Contêm proteínas alergéneas e muitas hormonas de crescimento; muitos adultos não produzem lactose, indispensável à sua digestão.

2. Excluir os cereais « modernos » : trigo, milho, centeio, aveia, cevada, kamut e espelta.

Todos estes cereais obtidos por modificação genética ou selecionados são difíceis de digerir nomeadamente as que contém glúten que podem provocar intolerâncias, arroz, trigo sarraceno, quinoa são aceites.

3. Excluir os produtos cozidos a uma temperatura superior a 110 °C. Cozer com altas temperaturas desnaturam os alimentos e os seus nutrientes como as vitaminas, antioxidantes, ácidos gordos essenciais; compostos químicos difíceis de assimilar, ou até mesmo prejudiciais podem aparecer com as temperaturas altas. 

Modos de cozedura aconselhados: estufado ou vapor.

4. Excluir os óleos extraídos a quente ou cozidos. Os processos industriais para a fabricacação dos óleos e das margarinas — solventes, refinagem, descoloração, desodorização — desnaturam os ácidos gordos.

Dar preferência aos óleos de 1ª pressão a frio provenientes da agricultura biológica: preferir os óleos de colza, noz, avelãs, e comer regularmente peixes pequenos e gordos (sardinhas, anchovas, cavalas...) pela sua riqueza em ácidos gordos ómega 3 (EPA e DHA).

6. Tomar um suplemento em vitaminas e minerais. Os suplementos em vitaminas, sais minerais e oligoelementos fazem parte integral do programa nutricional do Dr. Seignalet. Para restaurar o intestino, recomenda o consumo diário de fermentos lácticos benéficos para a flora intestinal.

Na prática
(fonte adaptada do livro do Dr. SEIGNALET)

Os alimentos proibidos

  • O trigo e seus derivados: pão, massas, pizza, sêmola, farinha, croissants, bolos, biscoitos...
  • Os outros cereais: centeio, cevada, milho e seus derivados (corn flakes, farinha de milho…), aveia… excepto de arroz, trigo sarraceno, e espelta.
  • Todos os leites provenientes do animal e seus derivados: manteiga, queijos, creme, iogurte, gelados.
  • O sal branco refinado, os óleos refinados.
  • O açúcar branco refinado, doces, margarinas, conservas, cerveja (contém cevada)


Os alimentos desaconselhados

Todos os alimentos cozidos e nomeadamente :

  • Charcuteria cozida (patés. linguiça, fiambre, salsicha cozida…)
  • Carne muito cozida, fígado, rim, ovos muito cozidos, peixes muito cozidos, óleos cozidos, oleaginosos grelhados ou cozidos.

Alimentos autorizados

  • Carne crua ou muito pouco cozida
  • Charcuterias cruas (presunto, paio, salsichas frescas, chouriço …)
  • Ovos mal cozidos (à la coque, omelete mal cozida)
  • Peixes crus (carpaccio) ou cozidos ao vapor
  • Crustáceoss, frutos do mar
  • Legumes verdes ou secos cozidos ao vapor ou estufado, ou crus
  • Frutas frescas, frutos secos e oleaginosos crus, mel
  • Soja (leite, iogurte), sal completo, açúcar completo
  • Óleos de 1ª pressão a frio.
  • Arroz, trigo sarraceno. espelta
  • Chocolate preto
  • Sementes germinadas de cereais autorizados e de leguminosas
  • Alimentos fumados (carnes, peixes) com moderação
  • Todas as bebidas não alcoólicas com café e chá com moderação
  • Todas as bebidas alcoólicas* (com moderação) excepto a cerveja

*Abusar do álcool é perigoso para a saúde

Recomendações adicionais

  • Podemos consumir produtos congelados compatíveis com esta dieta. « O produto congelado não é perigoso » segundo o Dr SEIGNALET
  • Preferir os alimentos biológicos
  • Verificar com muita atenção a composição real dos alimentos. Por exemplo, podem propor-lhe bolos de arroz que contém somente 11 % de arroz e 50 % de trigo.

Para saber mais.

Guide pour lire, comprendre et pratiquer: L’alimentation ou la troisième médecine
L'alimentation ou la troisième médecine

Guide pour lire, comprendre et pratiquer : L’alimentation ou la troisième médecine
Dr Dominique SEIGNALET, Anne SEIGNALET
Editions François-Xavier de Guibert - 2007

L'ALIMENTATION ou la troisième médecine
L'ALIMENTATION ou la troisième médecine

L'ALIMENTATION ou la troisième médecine
Jean Seignalet
Éditions François-Xavier de Guibert
2004

Sans gluten naturellement
Sans gluten naturellement

Sans gluten naturellement
Valérie CUPILLARD
Editions La Plage
2002